Dia 08/11 - Casarão do Chá apresenta VIII Encontro de Teatro Nô neste domingo

    0

O Casarão do Chá, no Cocuera, que já recebe um grande número de turistas aos finais de semana, vai promover neste
domingo o VIII Encontro de Teatro Nô

Neste domingo (08/11), a partir das 14 horas, o Casarão do Chá, no Cocuera, apresenta o VIII Encontro de Teatro Nô, uma arte japonesa do século XIV, que combina canto, dança, poesia e música em narrativa, de uma maneira refinada e altamente simbólica. A ação é trazida à cidade pela Associação Brasileira de Nôgaku (ABN), que realiza semestralmente encontros de Teatro Nô e é feita em parceria da Associação Casarão do Chá com a Secretaria Municipal de Cultura.

O Teatro Nô Foi criado por Kan`ami e seu filho Zeami e é considerado uma bela síntese da cultura japonesa. Desde o início do século XX até os dias de hoje, continua sendo muito estudado pelos ocidentais. Em 2001, a Unesco reconheceu o teatro Nô como Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade. Estes encontros, realizados pela Associação Brasileira de Nôgaku (ABN), são também chamados de Imin Nô, termo que pode ser entendido como "Nô de imigrantes, por imigrantes e para imigrantes".

A Associação Brasileira de Nôgaku (ABN) é formada por imigrantes japoneses, artistas do Brasil e também da Venezuela. Dela fazem parte quatro grupos/escolas: Houyou Kai, fundado em 1988; Brasil Hosho Kai, fundado em 1990; Shouyou Kai, fundado em 2008; e o Brasil International Noh Institute (INI), fundado em 2013.

O primeiro grupo de teatro Nô do Brasil foi o Hakuyou Kai, criado em 1939 e ativo até meados dos anos 1990. A ABN iniciou suas atividades em 2008 e conseguiu reunir as quatro diferentes escolas de Nô existentes no Brasil, incluindo ex-membros do pioneiro Hakuyou Kai. Tradicionalmente, a junção de escolas distintas seria algo improvável no Japão, mas situados no Brasil os grupos se unem para fortalecer, divulgar e dar expressão à cultura japonesa através desta arte clássica.

Desta vez, para o VIII Encontro de teatro Nô, a ABN estará apresentando Takasago no Casarão do Chá.

Sinopse da peça

Um monge visitava a baía de Takasago com a sua comitiva quando um casal de velhos aparece varrendo as folhas de um grande pinheiro. O monge se dirige a eles e o casal lhe conta que aquele é o famoso pinheiro de Takasago, o qual faz par com o pinheiro de Suminoe. Juntos são chamados de Aioi-no-matsu, que significa "casal de pinheiros". Ao final eles revelam ser a própria encarnação dos pinheiros de Takasago e Suminoe e embarcam, desaparecendo no mar. No segundo ato, o espírito do pinheiro ressurge fulgurante para dançar e espalhar bênçãos.

Serviço

Lugar: Casarão do Chá, Estrada do Chá cx 05, Mogi das Cruzes -SP.
Data: 8 de novembro de 2015.
Hora: 14h às 15h30

Programação:
14h - Primeira apresentação. Duração: entre 30 a 40min.
As quatro Escolas apresentarão, cada uma, pequenos trechos de peças de Nô:
Hagoromo Kiri (Escola Kita)
Tsurukame (Escola Hosho)
Shojyo (Escola Kanze)
Atsumori (Escola Kongo)

No intervalo entre uma apresentação e outra o público poderá entrar e se sentar nas cadeiras.

14h40 - Intervalo de 10min

14h50 - Segunda apresentação. Duração aproximada de 30min.
Apresentação da peça Takasago.

Atenção: Não é permitida a entrada durante a apresentação do espetáculo, exceto nos intervalos.

Powered by Blogger .