Dia 26/11 - "A Negra do cartaz" e "Pra uma outra Hora" na mesma noite #Mogi

    0



Na próxima quinta-feira, 26, às 20h, no Galpão Arthur Netto, encerrando o Festival "A Negra", teremos a apresentação de 02 performances teatrais juntas numa mesma noite e realizadas pela atriz Nadia Bittencourt (grupo Os Crespos). A primeira apresentação é "A Negra do Cartaz", que fala da temática negra a partir da história de vida de cantoras de blues (como Billie Holiday). Já a segunda é "Pra uma outra Hora" , performance livremente inspirada no conto "Esquece" do Autor Marcelino Freire (livro "Contos Negreiros"), e na música Capitulo 4 versículo 3 dos Racionais MCs.

Os ingressos custarão 10 reais, com as meias-entradas tradicionais do Galpão.


O festival A Negra é organizado pelos coletivos ONG Negro Sim, Associação Casarão da Mariquinha, Coletivo de Matrizes Africanas de Mogi das Cruzes, Apeoesp Mogi das Cruzes, Suburbaque Maracatu e Grupo Jabuticaqui - Ritmo e Tradição.

Qualquer dúvida ou informação adicional, por favor, liguem pra gente!

Grande abraço!

Manoel Mesquita Junior
Cia do Escândalo e Galpão Arthur Netto de Cultura e Cidadania
galpaoarthurnetto@uol.com.br / www.galpaoarthurnetto.com
(11)3433 9841 / (11)99986 7304
RELEASE
"A Negra do cartaz" é uma performance criada a partir da pesquisa ainda em processo sobre "A
construção da imagem da mulher negra ao longo da história" e também sobre a poética de Maria Tereza. Relembra as barreiras enfrentadas pelas cantoras de Blues na década de 50 e algumas ações do movimento feminista atual. A união requintada de uma boa narrativa marginal com a música negra. "Pra uma outra Hora" É uma performance livremente inspirada no conto "Esquece" do Autor Marcelino Freire do livro "Contos Negreiros", e na música Capitulo 4 versículo 3 dos Racionais MCs. Atriz Nádia Bittencourt Formada pela Escola Livre de teatro de Santo em 2009, Centro de Aperfeiçoamento Teatral em 2010, e Escola SP de Teatro em 2012 É atriz, bailarina, Percussionista, cantora e compositora e uma das membros fundadoras do grupo As Alziras ao lado do diretor e dramaturgo João Das Neves, Arte Educadora e Visagista Afro. Desde 2002, atua em projetos Culturais de Teatro e formação de público e foi premiada como melhor atriz nos já extintos Festivais de teatro amador, “Augusto Boal”, realizado pela Sub Prefeitura de Itaquera em Parceria com a rede SESC e “Fest Volp” das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo em parceria com o SESI. Na Musica ficou em 5° lugar como artista revelação no Festival Reviva Rap da CUFA ao lado do Rapper Samuel Porfirio e atuou como compositora para teatro ao lado do diretor e músico Gustavo Kurlat. No cinema está em atividade desde 2014 atuando em filmes de novos diretores entre eles o poeta, escritor e diretor Akins Kinte, No Teatro atua ininterruptamente desde 2013, pesquisando corpo e estéticas negras. No palco os seus principais trabalhos são: “Engravidei, Pari Cavalos E Aprendi a Voar Sem Asas” Cia Os Crespos (2014), direção Lucélia Sergio “Movimentos Musicais Urbanos e Paginas Solta” Grupo As Alziras (2010-2012) direção João Das Neves; “NeKropolis” Grupo Fo10 (2009-2011), com direção de Gustavo Kurlat e Roberto Alvim. Como Arte Educadora esta em atividade desde 2005 desenvolvendo oficinas de danças brasileiras, teatro e tranças afros e suas historias em comunidades carentes de São Paulo, Quilombos, Aldeias e unidades da Fundação Casa. Como Visagista atuou na área da moda e em grandes eventos como “Feira Preta” (2004) “São Paulo Fashion Week” (2005) como assistente da “Cias Das Tranças”, “A Casa dos Criadores” (2010) com a marca “Sauna” e Festival “Afreaka” (2015). É Atualmente colaboradora e apoiadora do projeto “Tecendo e Trançando Arte” do Coletivo de mulheres negras “Manifesto Crespo” Contatos Nádia Bittencourt (11) 983311080 (11) 39873071 rochanadia85@gmail.com

Powered by Blogger .