Dia 12/12 às 20h - [TEATRO] "Cantos de Liberdade em Caminhos de Pedra e Plor..." #Suzano

    0

Serviço

O QUÊ: [TEATRO] "Cantos de Liberdade em Caminhos de Pedra e Plor..."
QUANDO: 12/12, sábado - 20h

O QUÊ: [BATE-PAPO] "O tempo pode mudar as pessoas?"
QUANDO: 12/12 - Após a apresentação da turma de Teatro

ONDE: Teatro Contadores de Mentira (Av. Major Pinheiro Froes, 530 - Parque Maria Helena Suzano)
GRATUITO



Chamamos este momento da formação de RITO DE PASSAGEM porque de fato o entendemos assim, não é o encerramento de um aprendizado, não é um resultado, não é uma finalização de processo.

É a passagem de uma fase... Que quase sempre é agridoce.

A proposta de Formação do Teatro Contadores de Mentira se embasa numa pedagogia livre onde os aprendizes tenham a possibilidade de construção humana.

Entendemos que se quisermos de fato discutir arte e bem comum em nosso trabalho, isso deve estar inserido em ações de formação e multiplicação, além é claro, de nossa postura, militância e construção de uma obra artística.

Olhamos para os aprendizes de forma humanizada e na relação de que também podemos ser formados por eles.

O que fazemos é sempre olhar para as potências e tentar encaminhá-las, gerir energia e estima dos aprendizes, isso também nos modifica, também faz o mesmo pelo nosso trabalho.

Acreditamos que um projeto de Formação é um caminho para toda a vida, e o que estes aprendizes compartilharão neste fim de semana com amigos, família, comunidade e público em geral não é uma obra, é a exposição de corpos que percorreram os primeiros passos de um caminho infinito. É um ato de exposição do individual dentro do coletivo... Um ato de coragem... De reflexão... E de passagem...

# DOS RITOS

[Aprendizes da Oficina de Teatro]
"Cantos de Liberdade em Caminhos de Pedra e Flor..."

Um caminho, o tempo, as flores, as correntes... Vida e morte são celebradas através de comida, bebida, cânticos e corpos em desconstrução. Alegorias trazem à tona inquietações que pulsam e são embaladas por energias femininas e vidas entrecruzadas. Criado a partir de proposições dos aprendizes/atuadores, este Rito é uma comunhão com a realidade originada no silêncio, na queda, nos voos e no desejo de compartilhar. "Esperança é a coisa com penas, que se empoleira na alma... e canta melodias sem palavras...e nunca para."

[Atuadores]

Ariane Christie
Aline Martha
Gabriela Leão
Gabrielle Lasco
Kaike Silco
Luanna Dantas
Luiz Harada
Nico Cruz

[Composição e Música ao vivo] Allan Silva
[Musico convidado] Luccas Martha
[Participação especial] Alzira Cura Martha
[Coordenação] Contadores de Mentira

[Aprendizes da turma de Multiplicadores Culturais]
"O tempo muda as pessoas?"

É com esta provocação que os aprendizes-atuadores da oficina de Multiplicadores Culturais (2015) promovem uma roda de conversa aberta, na tentativa de colocar em curso questões do contemporâneo e estabelecer diálogos unilaterais com a sociedade e o tempo. É o rito de passagem dos Multiplicadores, um vinho e um dedo de prosa...

[Atuadores]

Ana Paula Ferreira
Fabiana Andrade
Alfredo Sousa
Luiz Harada
Kaike Silco

[Orientação] Samuel Vital e Math'eus Borges

Powered by Blogger .