Dia 19/02 - DUO AMOREIRA - no Casarão da Mariquinha #Música

    0



DUO AMOREIRA
DIA 19 DE FEVEREIRO - 21H
NO CASARÃO DA MARIQUINHA
INGRESSO: R$ 12,00
ANTECIPADOS: 3374 1844

Duo Amoreira 
Idealizado em janeiro de 2014 pelos então companheiros de estudo no Conservatório Dramático de Tatuí, Estela Manfrinato e Emilio Moreira, O Duo Amoreira surge do propósito de uma profunda pesquisa nas obras de importantes compositores populares. 



O Duo explora toda potencialidade dessa simples e tradicional formação, voz e violão, tão presente na história da música brasileira, com arranjos carregados de linguagem tradicional e inovação harmônica, passeando pelo cancioneiro popular,seus sambas, choros, modinhas e valsas. Já tendo se apresentado em casas noturnas de Piracicaba e Rio Claro, no “I Sarau da Associação Filarmônica de Piracicaba”, tradicional “Festa da Cachaça de Rio Claro”, Centro Cultural Roberto Palmari em Rio Claro o Duo Amoreira, acaba de ser aprovado no edital para apresentações musicais do SESI- Franca e já trabalha na elaboração do repertório do seu primeiro disco, a ser lançado no primeiro semestre de 2016.
Integrantes:
EMILIO MOREIRA Emílio Moreira iniciou seu trabalho como intérprete em 2002, se apresentando em bares, hotéis e restaurantes, em diversas cidades do interior de São Paulo. Estudou violão por dois anos com Aquiles Faneco, e canto com o pianista e maestro Marcelo Onofri. Como compositor participou do projeto Musicatoa, acompanhado pelos músicos Matheus Verardino e Eduardo Barsoti, em um repertório voltado ao blues, jazz e a música brasileira. Em 2010, lançou seu primeiro disco solo intitulado Tranquilo, com composições próprias de diversos estilos, como samba, rock, jazz e pop. Já realizou concertos de violão instrumental em diversos lugares como Centro Cultural de Rio Claro, Biblioteca da Unesp Rio Claro e Teatro Espaço Oficina em Limeira. Assinou a produção musical da Palestra: “1973 O Ano que mudou a MPB”, do escritor carioca Marco Célio. Já tocou com nomes significativos do choro, como Altino Toledo (professor de bandolim e fundador do Curso de Choro do Conservatório de Tatuí), Carrapicho Rangel (bandolinista virtuosíssimo que se destaca nacionalmente) e já acompanhou artistas renomados, como Nasi (vocalista da Banda Ira!) e Moacir Luz (renomado sambista carioca). Também possui um trabalho solo voltado ao samba (onde foi selecionado no edital de projetos locais do SESI-SP), porém com elementos de música pop, funk e rock. Vem se aprimorando no Conservatório de Tatuí com o Curso de Choro – Sete Cordas, além de trabalhar em vários projetos voltados ao samba (Na Casa Dela, Vela no Breu, Trio Valente) e choro (Trio Implicante, Duo Vibrações, Regional Papo de Anjo) nas mais diversas formações, como: duos (violão e bandolim, violão e contrabaixo, violão solo e percussão), trios, quartetos e solo (concerto de violão instrumental) e também a formação clássica - chamada de regional (violões, cavaquinho, percussão e voz). Conta
com um grande leque de apresentações musicais incluindo locais de destaque por suas importantes produções culturais (como Sesc, Sesi, teatro, hotéis e bares). Atuou como professor de violão popular por seis anos em escola de música e hoje ministra aulas particulares. Atualmente trabalha na produção musical do segundo disco de André Bertini (renomado sambista piracicabano), que será lançado pelo selo musical “Fio do Bigode” e distribuído pela gravadora Tratore, no Brasil e exterior. Além disso, desenvolve um projeto junto ao CRAS – Rio Claro, ministrando aulas de violão para crianças e adolecentes.

ESTELA MANFRINATO Natural de Piracicaba-SP, Estela Manfrinato iniciou seus estudos musicais aos 6 anos tocando violino. Desenvolve desde 2005 uma pesquisa profunda nos ritmos e danças populares brasileiras, sendo participante ativa de grupos tradicionais como: Grupo de Samba de Lenço Mestre Antonio Ferraz de Piracicaba, e Grupo Filhos da Semente da cidade de Indaiatuba (Jongo), e palestrante em importantes eventos de cultura e educação tal como: “Caleidoscópio” ( 2011/2012), “Semana da Pedagocia” Unesp- Rio Claro SP. Formada pelo Conservatório Dramático Musical de Tatuí, em canto popular, teve aulas de canto com: Ana Malta e Andrea dos Guimarães, grupo vocal com Edmo Perandin e trompete popular com Cláudio Sampaio. Participou de grupos como: Grupo Vocal Coisa Feita, Coral Acústico, Grupo Erê, Gira de Siá, Caipora Grupo, entre outros. Esteve como coreografa no espetáculo “Retirantes” com direção de Miriam Braga e Dalila Ribeiro em 2011, e no espetáculo teatral com direção de Dalila Ribeiro “Dois corações e quatro segredos’. Participou da gravação do Dvd “Arrumação” do grupo Maria Madame (produção de Itacyr Bocato) -como backing vocal. Foi professora de danças e ritmos brasileiros no espaço Criare e no Serviço de Convivência Case. Atualmente é professora particular de canto popular além de desenvolver seu trabalho como cantora no “Estela Manfrinato quarteto” (jazz), Duo Amoreira (música brasileira) e no Edu Pedrasse Grupo.

Powered by Blogger .